5 dicas para aproveitar melhor seu espaço!

Já percebeu que com o passar do tempo as casas e apartamentos tem ficado cada vez menores? Apesar da praticidade, a falta de espaço uma hora incomoda, especialmente quando precisamos guardar objetos mantendo as coisas organizadas.

Para te ajudar nessa tarefa, o 1.000 Obras separou algumas dicas para você aproveitar melhor o espaço que achava que não tinha. E o melhor, sem deixar a casa desorganizada. A seguir você vai conferir algumas formas bem criativas de aproveitar o espaço de sua casa, mesmo que os cômodos sejam bem apertadinhos. Um dos truques é enxergar solução nos cantinhos mais improváveis. A partir daí, prateleiras, suportes e superfícies magnéticas entram em cena para você aproveitar todo espaço da melhor forma possível.
Aprenda a guardar e deixar suas coisas organizadas, mesmo em um ambiente minúsculo… Confira as imagens a seguir e inspire-se!

1 – Painel magnético de especiarias

Dessa forma os condimentos ficam sempre a mão e não ocupam espaço no armário.

2 – suportes para armários de cozinha

Empilhar coisas no armário é uma prática antiga, mas dá pra fazer isso de forma bem organizada, sem ter que tirar as coisas do lugar para pegar outra. Os suportes para organização interna dos armários são boas opções.

3 – suporte para portas


E quem disse que não dá pra aproveitar o espaço das portas. Com o auxílio destes suportes nenhum espaço é dispensável.

4 – prateleiras


As paredes também podem sempre ser aproveitadas. Sabe aquele cantinho que normalmente não cabe nenhum móvel e que colocamos plantas para compor o ambiente? Nele também podemos afixar prateleiras para colocar objetos de decoração, livros, plantinhas, souvenirs e quadros.


Elas criam linhas horizontais, que dão a impressão visual de um ambiente mais largo e mais alongado e também podem fazer com que o teto pareça mais baixo, dando a sensação de aconchego. A ideia das prateleiras altas são tendência na decoração vertical, que está literalmente em alta.

5 – móveis laterais com organizadores


Além de servirem como apoio e deixarem os itens que mais usamos sempre a mão, estes móveis são boas opções para acondicionar outros objetos que não teríamos onde guardar.

Gostou dessas dicas? Então agora é colocar a mão na massa. Se não se sentir apto para realizar algumas dessas tarefas, no 1.000 Obras você encontra profissionais especializados para te auxiliar desde o projeto até a execução. Baixe agora e confira!

Revestimento inteligente!

Construir utilizando processos mais industrializados é uma tendência cada vez mais evidente. A necessidade de minimizar os custos de produção, poupar o meio ambiente e a necessidade de materiais com aplicabilidade mais prática e rápida, têm levado a indústria da construção a desenvolver diferentes alternativas na escolha de seus produtos. O Ecogranito é uma dessas novidades que chegaram para atender esse momento do mercado.

Fabricado a partir de resíduos gerados do processo de extração de mármores e granitos misturados a resina acrílica e outras substâncias, o Ecogranito é um produto de aplicação simples,  rápida e oferece grande versatilidade de uso, além de ser sustentável. Confira algumas de suas vantagens em relação ao granito.

Fácil aplicação

O ecogranito é um material leve, o que torna sua aplicação mais simples e ágil. O revestimento vem pronto para ser aplicado, tem consistência pastosa e respiração inteligente, facilitando a aderência e evitando perdas ou desperdícios.  Além disso, tem resistência a diversos tipos de intempéries, o que permite sua aplicação em ambientes externos.

Altamente adaptável

O granito ecológico pode ser aplicado sobre inúmeras superfícies — como vidro, metal, isopor, cimento, drywall, madeira, policarbonato —  e nos mais diversos tipos de superfícies disformes, sem deixar aparência de emendas. Basta nivelar corretamente para evitar problemas no acabamento.

Econômico

Ao optar pelo Ecogranito, o consumidor pode fazer uma significativa economia.  Isso porque seu processo de produção pode ser até 30% mais barato. Assim, com o investimento mais baixo em revestimento, é possível gastar com outros itens de decoração para valorizar seu ambiente.

E você já sabe, né? Para encontrar o pedreiro de acabamento que vai realizar este serviço, basta acessar o 1.000 Obras, o app da reforma e construção! Baixe agora! É fácil, é rápido e seguro!

 

Fonte: ecogranito.com.br

Reforme sua casa para as festas de fim de ano!

Fim de ano é tempo de confraternizar, receber a família, celebrar com os amigos e o local da festa precisa estar à altura de eventos e encontros tão especiais. Mudar o astral da sua casa e renová-la para receber o ano novo, no entanto, não requer obras radicais ou altos gastos. Algumas soluções, você mesmo pode implementar para melhorar o aspecto dos ambientes. Confira a seguir algumas dicas para deixar sua casa pronta para as festas de fim de ano!

Pinte as paredes

Mudar a cor das paredes é uma boa forma de renovar o ambiente. Quando alteramos a paleta de cores de um determinado espaço, ele automaticamente ganha um novo ar. Às vezes, uma única parede já faz toda a diferença. Aposte em cores diferentes das usadas anteriormente.

Cubra buracos

Nada adianta ter uma parede com uma nova cor se ela estiver repleta de rachaduras, buracos e imperfeições. Por isso, antes de pintar, cubra essas fendas e pequenos desníveis usando massa corrida e uma boa desempenadeira para obter um acabamento perfeito.

Troque as torneiras

Verifique se a torneira não possui algum vazamento, se estiver na hora de ser substituída, aproveite para escolher um modelo mais funcional e mais estiloso para este ambiente que recebe as visitas mais chegadas. Aproveite e confira as demais peças hidráulicas para evitar entupimentos e o mau cheiro que pode retornar do esgoto.

Deixe o ambiente mais vivo

Um toque verde traz mais leveza e vida para áreas externas e varandas. Aposte em novas plantas em locais antes não explorados. Se seu espaço não permite, combine diferente espécies de plantas em vasos de diferentes proporções e modelos para criar um cantinho verde cheio de charme.

Aposte nos acessórios

Nada mais prático que repaginar um ambiente utilizando novos itens de utilidades domésticas ou novos acessórios para decorar o ambiente. Esses objetos complementam o espaço, tornando-o mais harmonioso. Você pode optar por usar apenas uma cor na composição. Deixe algumas peças expostas de forma estratégica e pronto!

E você já sabe, né? Se precisar da ajuda de um especialista em qualquer momento, você encontra no 1.000 Obras, o app da reforma e construção. Baixe agora! É fácil, é rápido e seguro!

Segurança e economia na decoração de natal!

As luzes de Natal encantam os olhos de crianças e adultos. Quando as festividades de fim de ano se aproximam, o momento lúdico do ritual da decoração natalina nas casas se inicia. Por isso, a preparação e a manutenção das luzes devem ser realizadas com muita atenção e cuidado para que a segurança seja garantida e não ocorra desperdício de energia.

Iluminação

A principal recomendação dos especialistas é que o pisca-piscas com luzes incandescentes seja substituído pelos com tecnologia LED (lâmpadas frias). Além de consumirem menos energia e aquecem menos. A economia pode chegar a 80%. O uso prolongado das lâmpadas incandescentes pode provocar aquecimento ou derretimento dos produtos e até curtos-circuitos. Vale ressaltar que as luzes não devem ficar 24 horas ligadas na tomada. Indica-se que seja feito um controle do tempo. Deixar o pisca-pisca ligado durante toda a noite pode representar um aumento significativo na conta de luz.

Tomadas

Outro alerta é em relação a utilização de Benjamin’s ou ‘T’s’. Quando vários aparelhos são ligados em uma mesma tomada, há uma potência maior do que a capacidade gerada, e isso acarreta em sobrecarga de energia, superaquecendo, ou até mesmo, derretendo fios e tomadas.

É importante verificar ainda infiltrações de água na parede onde as tomadas estão localizadas, para evitar o risco de incêndio. Além disso, confira se os produtos não estão com fios descascados ou lâmpadas e pluges frouxos. Instalações elétricas antigas também aumentam o consumo de energia e necessitam de revisões periodicamente.

Produtos confiáveis

E para finalizar, adquira seus produtos em lojas confiáveis, com endereço fixo e CNPJ. Verifique se as informações de utilização e cuidados com o manuseio estão escritas embalagem. Indicações acerca da tensão; corrente; potência máxima do conjunto; e o nome e marca do fabricante ou importador devem ser observadas no ato da compra.

Lembrando que no 1.000 Obras você encontra lojas com produtos de qualidade e segurança, além de profissionais especializados que podem te auxiliar na instalação e ou na conferência da segurança da sua decoração, caso não se sinta apto para realizar ou checar os itens que listamos. Baixe agora o 1.000 Obras e tenha mais essa facilidade na palma da sua mão.

 

Inspirações para a decoração de natal!

O fim do ano chegou! É hora de preparar sua casa e deixá-la ainda mais aconchegante para receber a família e os amigos nesta data tão especial. Além da clássica árvore de Natal, há diversos outros enfeites para você inovar na decoração natalina.

Guirlandas, adornos para as portas e mesas e outros objetos trazem o clima do natal para dentro da sua casa. Confira algumas sugestões que o 1.000 Obras separou com muito carinho para você se inspirar!

Pinheiros

Ao invés de decorar a casa com uma única árvore de natal, experimente inovar usando  vários pequenos pinheiros.

Velas

A vela é um elemento simbólico do natal, afinal, ela representa a chegada de Jesus Cristo como a luz do mundo. Utilize de diferentes formas na decoração natalina, a fim de criar um clima charmoso, aconchegante e intimista.

A pinha, por exemplo, pode se transformar em um charmoso e rústico porta velas. A dica é aplicar tinta spray dourada ou prateada para deixar a peça com um ar mais sofisticado.

As plantas suculentas ganham um novo status na decoração natalina: servem para compor lindos arranjos. Podem ser usadas com uma vela branca grande e pequenas pinhas.

Já pensou em vestir as velas para o natal? Pois saiba que essa ideia faz sucesso. Se tiver habilidades com tricô, confeccione pequenos suéteres de lã para cobrir as velas. Se este não for o seu caso, com certeza conhece alguém com esse talento para encomendar as peças, de acordo com seu gosto.

Outra ideia bem fácil e super charmosa é envolver velas grossas com canela em pau. Em seguida, complete a decoração de cada item com um laço de fita. O barbante de juta também pode ser usado e fica igualmente bonito .

Para deixar cada cantinho da casa com ar natalino, use velas brancas e vermelhas na decoração. Elas por si só criam composições incríveis!

Pinhas

Utilize pinhas, folhas naturais e algumas fitas para dar forma a um adorno para o corrimão da sua escada super natalino!

Luzinhas

Elas também não podem faltar. A cortina de estrelas iluminadas transforma o visual da janela e  sugere uma nova forma de trabalhar com o pisca-pisca na decoração de natal.

Outra ideia muito comum é colocar o pisca-pisca dentro de garrafas de vidro. Estas peças, inclusive, podem ser incrementadas com cenários natalinos super fáceis de reproduzir.

Cozinha

Sim, porque todos os ambientes podem entrar no clima do natal. Pequenas e discretas, as guirlandas decoram com delicadeza o armário planejado deste espaço tão frequentado nas noites de natal.

E aí? Gostou das nossas sugestões? Compartilhe com a gente suas ideias para a decoração de natal! E como sempre, conte com o 1.000 Obras caso precise de uma ajuda especializada ou algum material para sua decoração natalina!

A mágica “regra dos 3”

Acerte na decoração do seu espaço usando essa regra incrível!

Mas afinal, o que é a regra dos 3?

O princípio básico da regra é que grupos com 3 elementos funcionam melhor do que qualquer outro agrupamento. Aparentemente é a maneira como o nosso cérebro está programado para entender o mundo. Dois é sempre um par, mas junte 3 objetos e automaticamente nosso cérebro forma um conjunto.  Um conjunto com 3 elementos é mais dinâmico do que um par porque seu olhar é forçado a se movimentar mais, criando uma experiência visual mais rica. Com 3 objetos você cria arranjos com profundidade e a percepção de “camadas” na decoração. São estas camadas que dão aquela sensação de que sempre há mais surpresas a serem descobertas.
Essa regra é uma realidade em diversas áreas, seja na decoração, na produção gráfica, fotografia ou nas artes visuais. Funciona em marketing e até na literatura (lembra dos 3 porquinhos, dos 3 mosqueteiros, as meninas superpoderosas, etc? Não é por acaso.)

Como usar a “Regra dos 3”?

Nos móveis

Quando for organizar os móveis em um ambiente crie “grupos de móveis” que atendam uma atividade específica. Por exemplo, se na sala de estar o objetivo é deixar todo mundo à vontade para um bate-papo, posicione 2 cadeiras com braços ou poltronas em frente ao sofá.
Se a sua sala for pequena e ainda tiver que caber a TV, agrupe junto ao sofá 2 pufes que possam funcionar como mesinhas de apoio. Em um canto sem uso, crie uma área de leitura utilizando uma poltrona, uma mesinha e um puff.
Quando for decorar sua mesa de centro ou de cabeceira, aparadores, estantes e prateleiras procure sempre criar grupos com 3 objetos de alturas e formatos diferentes. Para manter a unidade e reforçar a ideia de conjunto, escolha objetos com a mesma cor ou material.

Nas cores

Um ambiente com poucas cores corre o risco de ficar entediante, porém, criar um ambiente harmonioso usando muitas cores diferentes ao mesmo tempo é bastante difícil. Restringir sua paleta a 3 cores vai reduzir o risco do seu ambiente parecer agitado e confuso sem deixar sua decoração chapada e sem graça.

Na iluminação

Todo ambiente precisa de 3 tipos de iluminação: luz geral, luz de tarefa e luz de destaque. Use 3 pontos de luz em cada ambiente e seu espaço ficará muito mais aconchegante. Outro truque para ter uma iluminação bacana sem gastar muito é escolher um pendente baratinho e usar em trio com alturas diferentes sobre a mesa de jantar, na lateral do sofá ou na cabeceira da cama.

Na decoração das paredes

Suas paredes estão vazias? Procure por objetos que você já tem em trios, como uma coleção de chapéus ou um trio de porta retratos. Objetos cotidianos em grupos de 3, automaticamente ganham status de coleção.

Curtiu a regra dos 3? Então comente aqui ou mande uma foto com a aplicação da regra dos 3 na sua casa. E você já sabe, né? Se precisar da ajuda de um especialista, você encontra no 1.000 Obras, o app da reforma e construção. Baixe agora! É fácil, é rápido e seguro!

Pra dormir ou pra brincar?

As duas coisas! Separamos algumas dicas para você transformar o quarto do seu filho num lugar para dormir, descansar, mas também se divertir e vivenciar momentos incríveis com os pais e os amiguinhos.

Com a rotina do dia a dia, a correria desenfreada em que vivemos e os espaços ficando cada vez menores, precisamos ser criativos para deixar nossa casa organizada, funcional, e claro, com a nossa cara. No quarto dos pequenos a história não é diferente. Com o passar do tempo, os quartos deixaram de ser um espaço exclusivo para dormir e descansar e se tornaram um lugar de convivência, diversão e experiências, especialmente o das crianças.

Móveis sob medida

É bacana ter um espaço onde a criança possa ser livre, porém, sem se esquecer da segurança. Coisas simples, como uma cama baixa, armários para brinquedos fáceis de alcançar, fazem toda a diferença. Aliás, este é um conceito montessoriano, você sabia? Maria Montessori, foi uma médica e educadora italiana do século XX, sua proposta consiste em estimular a criatividade e a autonomia das crianças desde cedo, para que elas se expressem e aprendam por meio da liberdade. Sendo assim, os ambientes devem ser pensados a partir das crianças, não nos adultos.

Organização

Ter um espaço para que a própria criança possa guardar suas coisas também é muito importante. Dessa forma, estimula-se o desenvolvimento da autonomia, da organização e do cuidado com seus pertences. Como os objetos deste conceito são minimalistas, não costumam ser caros, em geral, simples prateleiras, porta livros e opções de brinquedos artesanais garantem um quarto bem organizado e totalmente adaptado para seu filho.

Criatividade

Lembrando que o quarto é ainda um ambiente de estudo e descanso. Caso você possua um pé direito alto, as possibilidades se multiplicam, pode-se colocar beliche, escorregador, mezanino, cantinho de estudos, parede de escalada, gangorra, etc… Tudo que a criatividade permitir. Entretanto, se este não for o seu caso, não se preocupe, espaços pequenos bem planejados também comportam grandes aventuras.

Gostou das dicas? Então comente aqui e mão na massa. Bora aproveitar a semana das crianças para dar uma repaginada no quarto dos pequenos. E você já sabe, né? Se precisar da ajuda de um profissional especializado, você encontra no 1.000 Obras, o app da reforma e construção. Baixe agora! É fácil, é rápido e seguro!

Espaço verde! Sim, você também pode ter!

Não importa o tamanho, ter um jardim em casa com plantinhas, flores e um espaço para sentar e relaxar, sozinho ou acompanhado, com a família ou com os amigos, faz toda a diferença! O jardim é um espaço para você relaxar, admirar a natureza, sentir o ar puro e respirar melhor. Mesmo que ele seja pequeno, existem diversas dicas para você montar um local tranquilo e confortável para renovar suas energias e os ares da sua casa. Neste texto vamos dar dicas para fazer o seu jardim acontecer!

Pequenos espaços

Uma dica simples é manter objetos grandes próximos das paredes e deixar o centro do ambiente livre para a circulação, ar e luz. Canteiros laterais ou mesmo de canto, próximos às paredes e aos muros ficam incríveis pois deixam a paisagem ainda mais viva. Os bancos e mesas também podem ser pensados para ficarem nos cantos, com uma iluminação especial.

Horta em casa

Está ficando cada vez mais comum as pessoas cultivarem temperos e folhagens em casa para o próprio consumo. Esse cultivo é feito em vasinhos, sem a necessidade de uma porção de terra no chão. Muitas espécies podem até ser cultivadas dentro de casa, com somente algumas horas de sol direto, entretanto, o ideal para as plantinhas é um ambiente aberto para receberem sol à vontade e crescerem cada vez mais.

Invista em algumas mudinhas de ervas e temperos em vasos para começar a cultivar em um cantinho do seu jardim, mesmo que você não tenha muita experiência com jardinagem. Com certeza vai transformar seu ambiente e suas refeições!

Aproveite as paredes

A ideia de partir para uma decoração vertical não se aplica somente a jardins pequenos, mas em diversos cômodos da casa também! A vegetação na parede cria uma decoração incrível e ainda economiza espaço útil no chão. No caso dos jardins verticais você pode ter um verde bem vivo, com muitas folhagens e texturas, ou até mesmo cultivar uma planta trepadeira em vasos ou em um canteiro no chão, deixando-a subir e cobrir a parede.

Diferentes plantas para locais específicos

Para um jardim com área verde completa, um trabalho de paisagismo é fundamental. Não somente na ordenação e composição de espécies de plantas, mas também para entender como o ambiente pode proporcionar conforto para cada tipo de muda. É importante observar como e quando o sol incide e como o vento passa por aquele local. Em áreas com bastante sol, uma boa sugestão são as ervas aromáticas (dica que também serve para sua hortinha) como o alecrim, manjericão, louro, cebolinha, orégano, salsinha etc.

Mude os pisos para estimular o tato e as novas sensações

Como o jardim é pensado para ser um ambiente para liberar as energias ruins do cotidiano e relaxar, é interessante investir em texturas e sensações diferentes para vivenciar nesse local. A grama com certeza é a mais indicada, mesmo se você tiver um espaço mínimo para instalá-la. Mas existem outras alternativas, como a grama artificial, feita com fibra sintética, ou até mesmo as pedras boladas, comuns na jardinagem e paisagismo. Para quem gosta de um clima mais bem estruturado, o deck de madeira não sai de moda nunca e pode se adaptar a qualquer dimensão que você tenha disponível.

Gostou dessas dicas? Então bora botar a mão na massa e fazer seu jardim acontecer. Se não se sentir apto para realizar essas tarefas, no 1.000 Obras você encontra profissionais especializados para te ajudar desde o projeto até a execução. Baixe agora e confira!

Distância ideal entre o sofá e a TV!

Quando a TV fica muito próxima ou muito longe dos olhos pode fazer mal para sua visão. Existe uma tabela com as distâncias ideias da TV para cada espaço. Confira.

Quando vamos comprar uma televisão olhamos tudo, marca, especificações, entradas, cabos, polegadas, só esquecemos de verificar se o tamanho que escolhemos é o ideal para o tamanho da do ambiente em que pretendemos coloca-la. Mas você sabe calcular a distância ideal entre o sofá e a TV e de quantas polegadas ela deve ser para que não fique desconfortável assisti-la? Confira abaixo qual a distância ideal para cada polegada.

Uma televisão mal posicionada pode causar danos a visão, por isso, faça a medição corretamente antes de comprar sua TV. No 1.000 Obras você encontra profissionais especializados que podem fazer a medição e instalar sua televisão. Solicite um orçamento e receba o contato dos melhores profissionais perto de você!

Qual o seu estilo?

Se está pensando em decorar sua casa ou mudar alguma coisa por lá, você não pode perder as dicas a seguir. Elas vão te encantar e servir de inspiração. Neste texto você irá descobrir que cada elemento que compõe um espaço tem um fator que determinará o estilo decorativo tanto externo como interno do seu lar.

Para isso, é importante se planejar, criar uma lista, analisar valores, conferir lojas (online ou perto da sua casa). Depois de fazer o seu plano, é hora de se divertir nas compras e apostar em elementos para criar um ambiente perfeito como um cenário de cinema ou novela. Mas lembre-se, existem centenas de profissionais altamente qualificados que podem te auxiliar nessa tarefa. O papel dos designers de interiores e decoradores é justamente encontrar soluções de decoração que transmitam sua personalidade de maneira harmoniosa e inteligente. No 1.000 Obras você encontra os melhores especialistas para ajudar você nessa empreitada

Mas para começar, selecionados 9 estilos de decoração para você descobrir, qual é o seu! Vamos lá?

Estilo campestre

Tradicionalmente, o estilo campestre está associado a antigas casas de campo, por isso o nome, embora seja esse o seu habitat natural, você pode cria-lo no seu apartamento, mesmo que seja localizado no centro da cidade.
Esse estilo também lembra o estilo rústico, ambos ligados com a natureza: elementos naturais e com a simplicidade da vida no campo. Decorações com este estilo tornam o ambiente muito acolhedor e com uma sensação gostosa de sossego. Cortinas de renda são características desse estilo que também valoriza a paleta de cores neutras que proporcionam a sensação de um ambiente maior. A madeira, muito marcante, é o principal elemento deste estilo, por isso, não pode deixá-la de fora da decoração. Aposte também nos itens de tapeçaria com estampas florais, nas plantas e peças de couro, como uma poltrona ou um sofá.

Estilo escandinavo

O estilo escandinavo tem atraído seguidores pelo mundo e a sua origem vem do norte da Europa. Com inverno muito rigoroso, as pessoas passam a maior parte do tempo em suas casas, por isso, exige uma decoração com cores claras e em tons pasteis. Além disso, os revestimentos com toque suave também contribuem para deixar os ambientes mais acolhedores.
A mistura entre clássico e contemporâneo sempre rende boas ideias para completar a decoração escandinava. Simplicidade na composição de quadros e na escolha de cada peça decorativa deixa os ambientes com este estilo completamente charmosos.

Estilo minimalista

O estilo minimalista é incrível, pois tem a capacidade de agradar a muitas pessoas. O minimalismo é um estilo que se utiliza o mínimo de peças na decoração. A ideia é usar apenas o necessário para que os espaços tenham uma boa funcionalidade.
As cores são neutras, com predominância de branco, preto e cinza, além da iluminação natural. Os contrastes ficam por conta de algumas peças coloridas, como sofás, aparadores, etc. No estilo minimalista os móveis são baixos, elegantes e simples. Poucos, porém, marcantes, como um quadro na parede ou uma obra de arte que ajudam a trazer vida ao ambiente.
Estilo contemporâneo ou moderno
Este estilo mistura materiais e matizes neutros. Os ambientes podem ser integrados e apresentar composições de armários e prateleiras.
O charme fica por conta da beleza dos próprios móveis, que não precisam ser coloridos para deixar a decoração elegante e charmosa.

Estilo tropical

No estilo tropical, as principais cores são azul, lilás, rosa, verde, branco, amarelo e bege. Para não pesar a decoração e deixá-la extravagante, escolha três ou quatro desses tons para aplicar no seu ambiente e utilize-os com elementos neutros.

Outra opção também é variar entre tons escuros e mais claros dessas cores – por exemplo, se as paredes da sua cozinha possuem uma textura escura ou vibrante, aposte em móveis neutros, como uma mesa de vidro e cadeiras com desenhos simples. Deixe a cor vibrante por conta das flores e plantas.

Um estilo tropical moderno também pode ser descrito como despojado e limpo. Objetos estampados são presença obrigatória em qualquer ambiente que tenha a decoração tropical, como estampas com borboletas, samambaias, palmeiras, pássaros, abacaxis, frutas em geral e até listras são as opções mais utilizadas, e é possível aplicá-las em almofadas, papéis de

Estilo rústico

Se você é apaixonado por esse estilo, então saiba que não é muito difícil segui-lo. Os acessórios que melhor transmitem a atmosfera da vida rural para dentro de um apartamento são aqueles elementos que parecem antigos ou desgastados. Armários de cozinha com um ar vintage são itens típicos do estilo rústico. Hoje, é possível encontrar diferentes revestimentos que dão uma aparência real de alvenaria.

O estilo rústico traz a natureza, frescor e leveza para dentro do seu apartamento. As cores mais utilizadas para a decoração dos ambientes são aquelas inspiradas em elementos naturais como os tons pastéis, tons de cinza que lembram cimento queimado e estampas florais. O tijolo aparente também é um detalhe que faz parte do estilo rústico e que pode ser inserido na parede da sala de estar de um apartamento ou revestir com vinil.

Estilo industrial

Neste estilo, basta inserir alguns detalhes para compor o ambiente, como: luminárias suspensas, cores cinza ou preta na parede, eletrodomésticos de aço inox e uma mesa com uma tonalidade marcante.
O estilo industrial está cada vez mais presente no décor contemporâneo, trazendo um pouco do charme urbano para dentro das casas e apartamentos. A moda começou em Nova Iorque, os moradores transformaram antigos galpões em lofts modernos e ambientes integrados de tirar o fôlego. Entre as principais características deste estilo estão os espaços amplos e rudimentares, com suas estruturas expostas em contraste com uma decoração simples e ao mesmo tempo elegante.
Um jeito prático de incorporar este estilo, sem alterar a estrutura da sua casa, é fazendo uma leve mudança nos acessórios, investindo em luminárias suspensas e bancos de madeira. Você também pode aplicar papel de parede ou pintura para criar um efeito de tijolos ou concreto à vista, caso você queira dar mais personalidade para sua sala de estar.

Estilo eclético

Sabe aquela vontade de comprar uma cadeira que não combina em nada com o restante da bancada da cozinha? Se a sua reação em uma situação desse tipo é comprar a cadeira de design diferente e ser feliz, então saiba que você faz parte do tipo dos ecléticos.

Uma decoração eclética pode ser muito divertida e proporcionar um ambiente cheio de vida. Entretanto, exige muita complexidade e bom senso. É preciso criar um ambiente em harmonia, com peças bem selecionadas para o ambiente não parecer um espaço de achados e perdidos.

Estilo clássico

O estilo clássico requer uma decoração limpa, parcialmente ou completamente branca. Os móveis para o espaço podem conter estruturas torneadas, sendo geralmente fabricados em madeira escura. Para quem prefere clarear o décor, há mobílias para o estilo clássico produzidas na cor branca ou simplesmente pintadas de branco.
Na decoração da sala de estar, pode-se investir em cortinas com tecidos finos, como a seda, por exemplo. Tonalidades bege, cinza, dourada e branca são ótimas alternativas para o ambiente que segue a linha mais clássica. Se você deseja inserir uma peça que chama atenção, então, nada melhor do que uma poltrona estampada para criar um belo contraste com o ambiente branco.

E você, identificou qual é o seu estilo?