Qual a diferença entre os tipos de tintas para pintura da casa?

Enfim chegou a hora da pintura da sua casa! É um dos momentos mais esperados e também um daqueles momentos que podem gerar uma série de problemas caso você não entenda nada de tinta, e todos os outros itens usados na pintura.

Para saber um pouco mais basta prestar atenção nessas dicas preciosas que vão garantir que a escolha das tintas para a sua casa seja bem feita, reduzindo custos e deixando sua casa maravilhosa com a tinta adequada em cada ambiente.

 

Mas e aí, qual o tipo de tinta ideal?

Tinta Látex:

 

  • Essa tinta oferece facilidade para limpeza, é durável e tem secagem rápida. Uma das suas vantagens é que pode ser aplicado em superfícies ainda úmidas, podendo ser aplicada em áreas internas e a limpeza deve ser feita com um pano úmido;

 

  • É também a prova de mofo. Superfícies de alvenaria tem que estar bem niveladas para receber tinta látex. Sendo ideal para superfícies de metal, madeira, drywall, e gesso;

 

  • O látex é uma das tintas mais utilizadas na atualidade nos interiores das residências, o látex deixa o mínimo de odor e seca rapidamente;

 

  • O acabamento dessa tinta é de excelente qualidade e inclusive serve para recobrir camadas de tinta anterior de pintura;

 

  • O produto não é recomendado para áreas onde possa chover, nem áreas molhadas como banheiros por exemplo. As superfícies pintadas com látex são mais difíceis de limpar.

 

Tinta Acrílico:

 

  • Caracteriza-se por ser uma tinta diluída em água que seca ainda mais rápido do que a maioria das tintas e pode ser usada praticamente em todos os materiais de construção, incluindo alvenaria e metais adequadamente preparados:

 

  • É aplicada da mesma forma que a tinta de látex. Assim como látex, a superfície de alvenaria tem que estar bem nivelada para receber a tinta acrílico. Também é ideal para madeira, metal, gesso, e drywall.

Tinta esmalte:

 

  • Também conhecida como tinta óleo possui secagem lenta (12 a 48 horas), o odor da dessa tinta é intenso. Vem se mantando no mercado por conta da sua durabilidade;
  • O tempo de secagem costuma ser demorado o que pode fazer com que a pintura sofra alterações com as ações do tempo, como a umidade ou chuva;
  • As tintas esmalte podem ser usadas em ferro ou madeira, janelas de ferro, corrimãos e estruturas metálicas leves. O acabamento acaba se tonando mais durável e com melhor aspecto.

 

Tintas epóxi e poliuretano:

 

  • As tintas epóxi e poliuretano são sintéticas e não solúveis em água, essas tintas são geralmente diluídas em solvente específico e possuem catalizadores para auxiliar no processo de pintura;

 

  • A aplicação sempre deve ser realizada por um profissional especializado para evitar problemas como deslocamento da camada de tinta, acabamento ruim, ou a formação de bolhas;
  • São tintas que podem ser aplicadas em áreas molhadas e até inundadas, como piscinas e caixas d’água, também servem para banheiros, boxes, cozinhas entre outros locais que possam receber umidade;

 

Esses são alguns dos exemplos de tintas que existem no mercado, com essas informações você pode ter uma ideia de que tinta usar nos ambientes da sua casa sem correr o risco de escolher a tinta errada e causar prejuízos na obra.

O mais importante além de conhecer um pouco sobre cada tinta é contratar um profissional qualificado que saberá ajudar a escolher as melhores tintas sem desperdício, usando cada tipo de tinta no lugar adequado.

O 1.000 obras te ajuda a encontrar o profissional e os materiais necessários para sua obra! Acesse 1000obras.com.br/.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *